Você está aqui: Capa » Colunas » Pb. Donizetti » Se Deus existe, por que há tanto mal na terra?
Se Deus existe, por que há tanto mal na terra?

Se Deus existe, por que há tanto mal na terra?

Primeiro, o mal não é uma coisa, uma entidade, um ser.

Todos os seres são ou do Criador ou das criaturas criadas pelo Criador. Mas tudo que Deus criou é bom, de acordo com Genesis (Genesis 1: 1 – 31 “VIU DEUS TUDO QUANTO FIZERA E EIS QUE ERA MUITO BOM..”)  . Nós tendemos naturalmente pintar uma imagem do mal como uma coisa – uma nuvem negra, ou uma tempestade perigosa, ou um rosto fazendo caretas ou sujeira. Mas essas imagens nos enganam. Se Deus é o criador de todas as coisas, e o mal é uma coisa, então Deus é o criador do mal, e ele é o culpado por sua existência.

 

- Não, o mal não é uma coisa, mas sim uma escolha errada, ou o dano feito pela escolha errada.

 

Segundo, a origem do mal não é o Criador, mas a criatura ao escolher livremente o pecado e o egoísmo (GENESIS 2: 15 – 17; GENESIS 3: 1 – 24”O HOMEM ERA BOM E FOI CRIADO POR DEUS QUE É BOM, MAS O HOMEM FEZ UMA ESCOLHA ERRADA; DESOBEDECEU AS ORDENS DE DEUS, E TROUXE ENTÃO AS CONSEQUENCIAS DA SUA ESCOLHA; ISTO É, O MAL É O FRUTO DA ESCOLHA ERRADA DESDE O PRINCIPIO.  

 

Tire todo o pecado e egoísmo e você teria o céu na terra. Ate mesmo os males físicos restantes já não mais nos irritariam e nos amargurariam.

 

Os fieis que servem a Deus, suportam e até abraçam o sofrimento e a morte como amantes que abraçam desafios heróicos. Mas eles não abraçam o pecado. Mais adiante, a causa do mal físico é o mal espiritual. A causa do sofrimento é o pecado. Depois que Gênesis nos contou a história do Bom Deus que criou o mundo bom, logo em seguida ele responde a pergunta óbvia “De onde veio o mal então?” pela história da queda da humanidade. Como nós devemos entender isto? Como o mal espiritual (pecado) pode causar o mal físico (sofrimento e morte)?

 

Deus é a fonte de toda a vida e alegria. Então, quando a alma humana se rebela contra Deus, perde sua vida e alegria.

Se a origem do mal é o livre arbítrio, e Deus é a origem do livre arbítrio, não será Deus a origem do mal? São os pais a origem dos erros cometidos pelos seus filhos só porque eles deram origem a seus filhos? O Deus todo-poderoso nos deu uma parte de Seu poder para escolher livremente. Preferiríamos que ele não tivesse dado e tivesse nos feito como robôs ao invés de seres humanos?

terceira parte da solução para o problema do mal é a parte mais importante: como resolver o problema na prática, e não apenas na teoria; na vida, não só no pensamento. Apesar do mal ser um problema sério para o pensamento (pois parece refutar a existência de Deus), é ainda um problema maior na vida (pois é a exclusão real de Deus). Mas mesmo que você ache que a solução no pensamento é obscura e incerta, a solução na pratica é tão forte e clara como o sol: é o Filho. A solução de Deus para o problema do mal é Seu Filho Jesus Cristo. ( LEIA JOÃO 3:16) O amor do Pai nos enviou Seu Filho para morrer por nos para derrotar o poder do mal na natureza humana: este é o coração da história Cristã.

 

A Cruz é a parte de Deus como solução prática para o mal. Nossa parte, de acordo com o mesmo Evangelho, é de nos arrependermos, crermos e trabalharmos com Deus na luta contra o mal pelo poder do amor.

Finalmente, e sobre o problema filosófico? Não é logicamente contraditório dizer que um todo-poderoso e todo-amoroso Deus tolera tanto mal quando Ele poderia erradicá-lo? Por que coisas ruins acontecem com pessoas boas? A pergunta faz três pressupostos questionáveis.

Primeiro, quem disse que somos pessoas boas? A pergunta não deveria ser “Por que coisas ruins acontecem com pessoas boas?” mas sim, “Por que coisas boas acontece com pessoas ruins?”. Se a fada madrinha da Cinderela diz que ela pode vestir seu vestido mágico até meia-noite, a pergunta não deveria ser “Porque não depois de meia-noite?”, mas sim “ Por que pude vesti-lo, em primeiro lugar?”. A pergunta não é porque o copo d’água está vazio pela metade, mas sim por que está cheio pela metade, pois toda bondade é um dom. As melhores pessoas são aquelas que são mais relutantes em chamarem a si mesmas de boas. Pecadores pensam que são santos, mas os santos sabem que são pecadores. O melhor homem que já viveu um dia disse: “Ninguém é bom, apenas Deus.”

Segundo, quem disse que sofrimento é sempre ruim? A vida sem ele produziria crianças mimadas e tiranas, e não santos alegres.

O sofrimento pode trabalhar para o bem maior da sabedoria. Não é verdade que todas as coisas são boas, mas é verdade que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus.” ROMANOS 8:28

Terceiro quem disse que nós temos que saber todas as razoes de Deus? Quem já nos prometeu todas as respostas? O ponto óbvio do Livro de Jó, a maior exploração do mundo sobre problema do mal, é que nós simplesmente não sabemos o que Deus esta fazendo.

Nenhuma pessoa sã quer que o inferno exista. Nenhuma pessoa sã quer que o mal exista. Mas o inferno é apenas o mal eternizado. Se existe o mal, e se existe eternidade, pode existir o inferno. Se é intelectualmente desonesto desacreditar no mal só por que é chocante e incomodo, é o mesmo com o inferno.

VER: ATOS 17: 30, 31 –  APOCALIPSE 20:1 – 15 –  APOCALIPSE 22: 12 – 15 – ROMANOS 9:20 – ROMANOS 8:32

VERDADEIRAMENTE: DEUS É BOM!

- O  mal não é uma coisa, mas sim uma escolha errada, ou o dano feito pela escolha errada.

Este artigo foi visualizado: 1.275 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top