Você está aqui: Capa » Colunas » Palavra Pastoral » Quanto você vale para Deus?

Quanto você vale para Deus?

O homem pecou e afastou-se de Deus. Deu as costas para Ele e tornou-se rebelde e ingrato. Passou a adorar a criatura em lugar do Criador. Chegou mesmo a desistir de Deus, mas Deus não desistiu do homem. O ofendido tomou a iniciativa de buscar o ofensor na maior de todas as operações de resgate. Começa aqui o lindo romance da reconciliação.

A grande mensagem da Bíblia pode ser resumida assim: “Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo [...], não imputando aos homens as suas transgressões [...]. Aquele que não conheceu pecado, ele [Deus] o fez pecado por nós; para que, nele fôssemos feitos justiça de Deus” (2Co 5.18,19,21).

O resgate do homem perdido custou muito caro para Deus. Uma tríplice transação foi feita para consumar esse resgate. Vamos aqui descrevê-la.

 

 

1. Deus não colocou em nossa conta a nossa dívida (2Co 5.19) – A Bíblia diz que nós somos pecadores e o pecado faz separação entre nós e Deus. Para reconciliar-nos consigo mesmo, Deus não podia colocar em nossa conta a nossa própria dívida. O pecado é como uma dívida impagável que temos com Deus. Jesus contou a parábola do credor incompassivo para dizer que essa dívida que temos com Deus pode ser avaliada em dez mil talentos, ou seja, trezentos e cinquenta mil quilos de ouro. No primeiro século um judeu jamais podia dever tanto. O salário naquela época era um denário por dia e para ajuntar esse valor um homem precisaria trabalhar aproximadamente mil e quinhentos anos. Com isso, Jesus está mostrando que jamais podemos quitar nossa dívida com Deus. Jamais podemos cumprir as exigências da lei de Deus e as demandas de sua justiça. A lei é perfeita, mas nós somos imperfeitos. A lei é santa, mas nós somos pecadores. Apesar do nosso débito imenso, ou seja, das nossas transgressões, Deus não lançou em nossa conta essa dívida impagável.

 

 

2. Deus colocou na conta de Cristo a nossa dívida (2Co 5.21) – Deus é justo e não pode fazer vistas grossas ao pecado. Ele não inocenta o culpado. O salário do pecado é a morte e a alma que pecar, essa morrerá. Agora, se Deus não colocou a nossa dívida em nossa conta, colocou-a na conta de quem? Surpreendentemente, lemos: “Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós”. Cristo veio ao mundo como nosso representante, fiador e substituto. Quando ele foi pregado na cruz, Deus pegou todo o nosso débito e colocou em sua conta. Ele foi feito pecado e maldição por nós. Deus fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós. Ele foi ferido pelos nossos pecados e traspassado pelas nossas transgressões. Naquele momento não havia beleza nele. O próprio sol escondeu o rosto dele e houve trevas ao meio dia. A multidão enfurecida escarnecia dele. Seus discípulos o abandonaram. O próprio Pai o desamparou. Naquele momento todas as nossas mazelas foram transferidas da nossa conta para a conta dele. Mas, longe de sucumbir na cruz, Jesus pegou o escrito de dívida que era contra nós, anulou-o, rasgou-o e o encravou na cruz, dando um grande brado: “Está consumado!” Ou seja, está pago!

 

3. Deus colocou em nossa conta a justiça de Cristo (2Co 5.21) – Deus faz, então, a terceira transação em nosso favor. Depois que Cristo pagou nossa dívida na cruz, ele fez uma transferência de crédito para a nossa conta. Ele depositou em nossa conta toda a infinita justiça de Cristo: “Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus”. Toda a justiça de Cristo foi creditada em nossa conta. Quando Deus olha a nossa conta no banco celestial, não vê mais débito algum. Ao contrário, vê um crédito de valor infinito. Todos os méritos da justiça de Cristo nos pertencem. A Bíblia diz que, agora, nenhuma condenação há mais para aqueles que estão em Cristo Jesus. Você tem um valor infinito para Deus. Ele comprou você não com ouro ou prata, mas com o sangue do seu Filho. Esse foi o preço da sua reconciliação com Deus. O que você ainda está esperando? Volte-se para Deus agora. Ele já provou o seu amor por você, dando o seu Filho para morrer em seu lugar!

Este artigo foi visualizado: 818 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top